Justiça pede prisão de jogador que agrediu árbitra pelas costas na Argentina; veja vídeo

A Justiça argentina pediu a prisão de Cristian Tirone, de 34 anos, ex-jogador do clube Garmense que agrediu a árbitra Dalma Cortaldi durante uma partida pela terceira divisão da liga regional da cidade de Tres Arroyos, em Buenos Aires, contra o Independencia no domingo. Tirone estava detido desde o episódio, mas a mudança na situação judicial pode significar que ele permaneça na cadeia até o julgamento do caso.

A agressão causou repúdio entre as autoridades do futebol. O Garmense suspendeu o jogador permanentemente e a Associação de Futebol Argentino (AFA) informou que o caso será encaminhado para o Tribunal Disciplinar, que deve aplicar sanções contra o jogador.

— Pedimos a conversão da prisão em detenção. Tínhamos 48 horas para decidir se sua liberdade permaneceria. (Verónica) Vidal (juíza de garantias da cidade) tem três dias para decidir. Posso dar minha opinião pessoal: a juíza vai considerar, mas o pedido pode ser negado por conta do período máximo da pena. Apesar das lesões agravadas, não chega a mais de três anos. E quando a pena é de até três anos, e ele não tem antecedentes criminais, a detenção geralmente não é considerada. Pedimos porque o caso é muito grave, não só porque ela é mulher, mas porque ele a atacou pelas costas — explicou em entrevista ao Olé o procurador Juan Carlos Uztarroz, que trabalha no caso.

Dalma ainda está em observação após o caso e terá que permanecer em repouso por pelo menos 15 dias. Ela passou mal e precisou de atendimento médico após a agressão. Conforme o jornal La Voz del Pueblo, a árbitra sofreu um traumatismo craniano na lateral do pescoço, lesões em várias partes do corpo e uma forte contratura na região cervical.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos