Justiça de São Paulo determina penhora de veículos de luxo de dono da Viação Itapemirim

A Justiça de São Paulo determinou a penhora de três carros de luxo de propriedade do empresário Sidnei Piva de Jesus, dono da Viação Itapemirim, devido a uma dívida dele de R$ 1,2 milhão. Os veículos alvos da ação seriam um Porsche Panamera, um Audi Q7 e uma Mercedes-Benz (que não teve o modelo identificado), conforme decisão do juiz Fabio de Souza Pimenta, da 32ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo. A informação é do jornal Estado de S. Paulo.

Em meio à ecuperação judical: ANTT suspende todas as linhas da viação Itapemirim

Saiba seus direitos: 'Comprei passagem da Itapemirim, e agora?'

No início deste ano, Piva foi afastado da presidência do grupo, mas retornou ao cargo ainda em março, após a Justiça revogar a decisão. A Itapemirim, que está em recuperação judicial, conseguiu escapar da falência no mês seguinte, ao apresentar no último dia de prazo uma proposta de novo plano de recuperação, que ainda terá de ser votada pelos credores.

Piva também teve seus bens bloqueados pela Justiça em março, sob suspeita de dilapidação do patrimônio da Itapemirim. No mês seguinte, foi anunciado que a empresa tinha sido vendida à Baufaker Consulting, localizada em um coworking em Taquaritinga, em Brasília, em transação que tem sido questionada pela administradora judicial da recuperação judicial da Itapemirim, a EXM Partners.

A ITA operou por seis meses no segundo semestre do ano passado e colapsou em 17 de dezembro por dívidas com fornecedores e funcionários. Seu passivo chega a R$ 180 milhões.

Segundo a publicação, ainda no ano passado, Andreia Cola, neta do fundador da companhia, Camilo Cola, disse que um acordo, firmado com Piva há seis anos com os funcionários, previa que o patrimônio da família não faria parte do negócio. Sidnei Piva, no entanto, conseguiu na Justiça ficar com os bens dos Cola, com a disputa sendo levada aos tribunais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos