Justiça da Espanha ordena prisão preventiva de Daniel Alves após denúncia de assédio

Jogador esteve na Espanha para prestar depoimento e foi detido pela polícia na manhã desta sexta (20)

A Justiça Espanhola atendeu um pedido do Ministério Público local e ordenou a prisão preventiva e sem fiança do jogador Daniel Alves (Foto: Alex Caparros/Getty Images)
A Justiça Espanhola atendeu um pedido do Ministério Público local e ordenou a prisão preventiva e sem fiança do jogador Daniel Alves (Foto: Alex Caparros/Getty Images)

A Justiça Espanhola atendeu um pedido do Ministério Público local e ordenou a prisão preventiva e sem fiança do jogador Daniel Alves, de 39 anos, nesta sexta (20). O brasileiro é acusado de assediar sexualmente uma mulher na boate Sutton, em Barcelona.

O atleta foi detido nesta sexta na cidade espanhola ao se apresentar para prestar depoimento. À TV Globo, a equipe de Alves afirmou que ele viajou ao país após o falecimento da sogra e aproveitou para relatar sua versão dos fatos por vontade própria.

Leia também:

Segundo a rede de televisão RTVE, da Espanha, o jogador saiu da delegacia em uma viatura da polícia. No país europeu, o procedimento padrão é deter o depoente ao longo do dia durante o testemunho.

Agora, o ex-lateral do Barcelona e da Seleção Brasileira aguarda a decisão da juíza Maria Concepción Canton Martín, do Juizado de Instrução 15 da cidade, onde o caso é investigado. Ele nega todas as acusações.

Denúncia. De acordo com a Agência EFE, a denunciante afirmou que na noite de 30 para 31 de dezembro de 2022, o jogador do Pumas a tocou por baixo da roupa íntima sem seu consentimento. Ela prestou queixa em 2 de janeiro.

Jogador nega. No começo do mês, em entrevista ao programa espanhol Y ahora Sonsoles, da Antena 3, o jogador do Pumas disse que: "Gostaria de negar tudo. Sim, eu estava naquele lugar, com mais gente, curtindo. E quem me conhece sabe que eu amo dançar. Eu estava dançando e curtindo sem invadir o espaço dos outros. Eu não sei quem é essa senhora. Nunca invadi um espaço. Como vou fazer isso com uma mulher ou uma menina? Não, por Deus. Já chega (com o assunto), porque estão sofrendo, principalmente o meu povo".

O que mostram as câmeras?

  • Conforme divulgado pelo jornal espanhol El Taquigrafo na última quinta-feira (19):

  • Daniel Alves chega à boate com um amigo por volta das 2h;

  • Às 4h22, a mulher vai ao banheiro e Alves a segue segundos depois. Não há câmeras lá;

  • Cerca de 47 segundos depois, ela sai do banheiro;

  • Alves continua seguindo a mulher;

  • O jogador e o amigo deixam o local 10 minutos depois;

  • Nesse momento, a mulher é vista chorando descontroladamente e amigas a consolam;

  • Funcionários do local são alertados.

A Boate Sutton teria acionado o "protocolo de proteção a vítimas de assédio" e tentou encontrar Daniel Alves, mas sem sucesso. O jogador, assim como sua esposa, nega as acusações.