Justiça rejeita pedido para rever decisão de que Bolsonaro apresente exames de coronavírus

Anita Efraim
·2 minuto de leitura
Brazil's President Jair Bolsonaro signals thumbs up to his supporters during a protest against his former Minister of Justice Sergio Moro and the Supreme Court, in front of the Planalto presidential palace, in Brasilia, Brazil, Sunday, May 3, 2020. (AP Photo/Eraldo Peres)
Presidente Jair Bolsonaro afirmou que exames deram negativo, mas não mostrou os resultados (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

A Justiça Federal negou um pedido da advocacia-geral da União para rever a decisão que obrigava o presidente Jair Bolsonaro a mostrar os resultados dos exames que fez para saber se teve coronavírus.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

O jornal O Estado de S. Paulo entrou na justiça para ter acesso ao documento e conseguiu o direito. O presidente, no entanto, não apresentou os exames no prazo determinado, apenas um laudo médico, dizendo que os resultados foram negativos. O documento não foi aceito.

A decisão de negar o pedido da AGU foi da juíza federal Tatiana Pattaro Pereira. Para ela, não há motivos para fazer uma revisão, já que existe um recurso no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. A juíza é de primeira instância, enquanto o pedido já está na segunda.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

No último sábado, a desembargadora Mônica Nobre suspendeu por cinco dias a contagem dos dias para que o presidente apresente os documentos. Dessa forma, o desembargador André Nabarrete, relator do caso no TRF-3, é o responsável por manter ou não a decisão.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Jair Bolsonaro realizou dois exames de coronavírus, nos dias 12 e 17 de março, após voltar dos Estados Unidos. Na viagem, diversos membros da comitiva contraíram Covid-19.