Justin Bieber é proibido de comprar carros da Ferrari por quebra de regras

Justin Bieber no Grammy Awards 2022.
Justin Bieber no Grammy Awards 2022. Foto: ANGELA WEISS/AFP via Getty Images

Resumo da notícia:

  • Justin Bieber foi proibido de comprar carros da Ferrari

  • Cantor violou código de conduta da empresa italiana e foi banido por tempo indeterminado

  • Ele mudou a cor de seu veículo e fez outras alterações inaceitáveis pela marca italiana

Isso mesmo! Nem toda a fortuna de Justin Bieber permitirá que o cantor compre algum carro da Ferrari por enquanto. O canadense foi proibido pela marca italiana de adquirir qualquer veículo por tempo indeterminado após ter desrespeitado o código de conduta dos consumidores da empresa de luxo.

De acordo com o Globo, o anúncio foi feito pela própria Ferrari, que alegou que o artista quebrou regras indispensáveis da marca.

Isso porque ele fez alterações em um modelo 458 Italia, em 2016, na Western Coast Customs ao mandar pintar o carro de azul além de colocar um sistema de som diferente e alterar a parte exterior com um “body kit” da Liberty Walk.

De acordo com o manual de regras para os compradores da Ferrari, só é permitido mudanças no visual dos carros caso sejam feitas em empresas licenciadas pela própria marca. Essa medida não foi cumprida por Bieber após mandar personalizar seu veículo, que é apenas um dentre vários caros de luxo do cantor.

O detalhe é que, no mesmo ano dessa polêmica, Justin Bieber foi detido por dirigir a Ferrari sem habilitação além de estacionar o veículo próximo a uma boate em Beverly Hills, nos Estados Unidos, e esquecê-lo nas rua por semanas.

Ele ainda leiloou o modelo 458 Italia no ano seguinte e embolsou US$ 434 mil, o que equivale a cerca de R$ 13,5 milhões, o que também é proibido pela Ferrari.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos