Eagles processa hotel mexicano por lucrar com nome "Hotel California"

Los Angeles (EEUU), 2 mai (EFE).- O grupo americano Eagles abriu uma ação contra um estabelecimento mexicano por este se aproveitar do nome "Hotel California", o título de sua música mais famosa, informou nesta terça-feira o veículo "TMZ", especializado em notícias de famosos.

O Eagles assegurou no processo que os proprietários do Hotel California em Todos Santos, uma localidade na província da Baixa Califórnia, no México, que fica cerca de 75 quilômetros ao norte de Cabo San Lucas, afirmam a seus hóspedes, desde 2001, que o estabelecimento tem relação com a música.

A banda nega que "Hotel California" tenha qualquer vínculo com esse estabelecimento e exige a seus proprietários que deixem de lucrar usando o nome de sua canção e também reivindicam uma indenização financeira.

Em seu site, o hotel cita as "lendas" que indicam uma possível conexão entre o lugar e a canção do Eagles, mas também afirma de forma explícita que seus proprietários "não têm qualquer ligação, nem promovem qualquer vínculo" com a banda.

"Hotel California" faz parte do disco homônimo de 1976 do Eagles, a banda de rock popular e bem-sucedida liderada por Glenn Frey e Don Henley.

A canção se transformou no grande sucesso do Eagles e ainda é muito tocada nas rádios de todo o mundo 40 anos depois de seu lançamento, e alimentou todo tipo de histórias sobre o famoso hotel, desde que estava situado na Baixa Califórnia, até a que se referia a um centro psiquiátrico em Los Angeles.

A misteriosa letra de "Hotel California" foi interpretada como uma metáfora dos excessos da vida dos artistas, também como um olhar crepuscular sobre o sonho americano e alguns, inclusive, afirmaram que a mesma incluía mensagens satânicas. EFE