Juventude quebra a banca com vitória sobre o Flamengo

·1 minuto de leitura
Matheus Peixoto comemora o gol da vitória sobre o Flamengo. Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
Matheus Peixoto comemora o gol da vitória sobre o Flamengo. Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

O Juventude derrotou o Flamengo por 1 a 0, em Caxias do Sul. O resultado pode ser considerado a maior zebra dos últimos anos, na Série A do Brasileiro. Afinal, o Flamengo é o atual bicampeão brasileiro e o Juventude voltou à elite, após 14 anos de ausências. Numa projeção inicial, o Fla é candidato ao tricampeonato, enquanto o Juventude luta para permanecer na divisão. 

Claro que o gramado encharcado do Alfredo Jaconi ajudou o Juventude, mas é preciso ressaltar o espírito de luta e competição do time caxiense. O Flamengo foi prejudicado na qualidade técnica dos seus jogadores, num campo onde a bola não rolava normalmente. Ainda assim, o Flamengo criou boas chances no segundo tempo, depois de ser vazado na primeira etapa. 

Leia também:

O gol sofrido aconteceu num recuo curto de Mateuzinho para Diego Alves, onde a bola parou na poça d'água para Matheus Peixoto acertar um chute maravilhoso no ângulo esquerdo do goleiro. 

Com a vantagem, o Juventude se fechou e deu a bola para o Flamengo, provocando choques e disputas físicas. Com vários cruzamentos e lançamentos, o time que se postou na defesa levou a melhor. 

A vitória do Juventude deve ter quebrado a banca de todas as apostas esportivas. Em condições normais, esse placar jamais seria discutido. Só que o esporte é o futebol, cada vez mais nos surpreendendo, todos os dias.  

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos