K-pop: Jonghyun é citado por fãs em redação do Enem sobre 'estigma às doenças mentais'

Louise Queiroga
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução

O idol Kim Jonghyun entrou nos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil na noite deste domingo, 17, após candidatos do Enem 2020 relatarem terem-no mencionado na redação, cujo tema foi "o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira". A morte deste cantor sul-coreano, aos 27 anos, repercutiu internacionalmente em dezembro de 2017, quando ele cometeu suicídio. Desde então, é relembrado carinhosamnte pelos fãs por seus trabalhos solo ou produzidos com o grupo SHINee, mas também tornou-se símbolo da importância do cuidado com a saúde mental num país que tem uma das maiores taxas de suicídio do mundo.

A estudante Leticia Honorato da Costa Campos, de 17 anos, explicou que citou o Jonghyun ao abordar os cuidados que se deve ter com a saúde mental e as consequências de não haver incentivo ao tratamento.

— Eu estava pensando em citar algo que eu já havia assistido e ao mesmo tempo me veio o Jonghyun na cabeça, como Shawol (termo usado para fãs do SHINee) não poderia deixar passar — afirmou a jovem, moradora de Fortaleza, ressaltando que "as doenças mentais podem ser mais sérias do que se imagina". — Apresentei uma proposta de cuidados com essas doenças já que nos dias atuais é um pouco difícil evitar, e também citei formas do que poderias fazer para minimizar as doenças mentais.

Leticia, que pretende cursar Desing de Moda e fez o Enem pela segunda vez, disse ainda ter incluído na conclusão "algumas soluções" no Brasil e "formas de combater" as doenças mentais.

Assim como ela, outros internautas foram ao Twitter compartilhar que lembraram de Jonghyun enquanto escreviam suas respectivas redações neste domingo. Por volta das 21h, o nome do cantor já havia recebido quase 10 mil menções no microblog.

As postagens dividiam-se entre os candidatos do Enem contando suas experiências e fãs do artista, que demonstraram emoção diante da lembrança.

No entanto, apareceram algumas publicações de quem não curtiu as citações dele na prova e criticou.