Kalil mantém liderança em BH com 62% das intenções de voto, diz Ibope

Cleide Carvalho
·2 minuto de leitura
Divulgação
Divulgação

SÃO PAULO - Pesquisa divulgada pelo Ibope nesta segunda-feira mostra que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), candidato à reeleição, segue na liderança e se mantém estável, com 62% das intenções de voto.

Excluído os votos brancos, nulos e os indecisos, Kalil tem 71%, percentual que, se confirmado nas urnas, é suficiente para vença a eleição ainda no primeiro turno, no próximo domingo. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

Em segundo lugar aparece João Vitor Xavier (Cidadania), com 7% das intenções de voto, seguido por Áurea Carolina (PSOL), com 5%, e Bruno Engler (PRTB), com 4%.

Os candidatos Nilmário Miranda (PT), Rodrigo Paiva (Novo) e Luisa Barreto (PSDB) têm 2% cada. O Cabo Xavier (PMB), Marília Domingues (PCO) e o professor Wendel Mesquita (Solidariedade) aparecem com 1% das intenções de voto.

Os votos nulos e brancos somam 9%. Outros 4% dos entrevistados disseram que não sabem em quem votarão ou não responderam.

Lafayette Andrada (Republicanos), Wanderson Rocha (PSTU), Marcelo Souza e Silva (Patriota) e Wadson Ribeiro (PCdoB) tiveram menos de 1% e o candidato Fabiano Cazeca (PROS) não foi citado.

Petista tem maior rejeição

O candidato do PT, Nilmário Miranda, teve a maior rejeição nesta pesquisa, com 25%. Os eleitores foram perguntados em quem não votariam de jeito algum e puderam citar mais de um candidato.

A seguir apareceram João Vitor Xavier (Cidadania), com 20%, e Kalil (PSD), com 16%. O Cabo Xavier (PMB) foi citado por 14% e Lafayette Andrada (Republicanos), por 13%. Áurea Carolina (PSOL), por 10%. Os demais foram citados por menos de 10% dos entrevistados. Outros 7% disseram que poderiam votar em todos e 22% não responderam ou disseram que não sabiam.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o nível de confiança é de 95%. Foram ouvidos 1001 eleitores em Belo Horizonte entre os dias 7 e 9 de novembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Número de identificação na Justiça Eleitoral: MG‐04440/2020