Kanye West gastou R$ 66 milhões em campanha que lhe rendeu apenas 60 mil votos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar de inusitada, a candidatura do rapper Kanye West, 43, à Presidência dos Estados Unidos não foi encarada como brincadeira pelo músico, pelo menos não financeiramente. Segundo o jornal Mirror, ele investiu cerca de 9 milhões de libras (R$ 66 milhões) em sua campanha eleitoral. O valor exorbitante, no entanto, não rendeu número significativo de votos ao rapper, que é casado com a empresária e estrela de reality show Kim Kardashian, 40. Com apenas 60 mil votos, de acordo com contagens preliminares, Kanye West admitiu sua derrota na corrida contra Donald Trump e John Biden. O músico foi votado em apenas 12 dos 50 estados americanos. Sua participação de maior sucesso foi no Tennesse, onde ele recebeu 10.258 votos --Trump, no entanto, conseguiu o maior número de votos lá. No Colorado, West obteve 6.210 votos, mas o estado acabou dando maior número de votos a Biden. O rapper, que votou em Wyoming, chegou a mostrar em suas redes sociais seu voto nele mesmo: "Deus é tão bom. Hoje estou votando pela primeira vez na minha vida para o presidente dos Estados Unidos, e é para alguém em quem realmente confio... em mim", afirmou ele na ocasião. Antes de se lançar candidato, já no final da campanha eleitoral, West havia demonstrado apoio a Trump, que até a manhã desta quinta-feira (5) tinha indicações de que seria derrotado pelo democrata John Biden. Kanye West anunciou que voltará à disputa para a Presidência em 2024.