Kanye West volta a publicar no Twitter

O rapper ye, anteriormente conhecido como Kanye West, voltou a publicar em sua conta no Twitter no domingo, depois que Elon Musk, o novo dono e presidente da rede social (que comprou há alguns dias, por US$ 44 bilhões) restabeleceu a sua contas, a do ex-presidente Donald Trump e de outras figuras controversas.

“Testando, testando, vendo se meu Twitter está desbloqueado”, tuitou West para seus quase 32 milhões de seguidores na tarde de domingo.

O rapper teve seu acesso ao Twitter limitado apenas por "um período de tempo" , segundo uma porta-voz da empresa, após atacar a comunidade judaica com falas antissemitas, por violar as políticas de uso da plataforma.

Elon Musk: Nine Inch Nails, Blink-182, Jack White, Strokes... veja as estrelas do rock que detonaram bilionário por causa do Twitter

Kanye West: Rapper terá que pagar US$ 1 bilhão se quiser vender camisetas ‘Vidas brancas importam’

Pouco mais de uma semana depois de suspensão, foi divulgado que Kanye West estaria comprando o Parler, o serviço de mídia social bastante popular entre o público conservador e que atraiu fãs do ex-presidente Donald J. Trump. O anúncio foi feito pela Parlement Technologies, empresa controladora do serviço.

Desde então, West voltou ao Twitter, mas não ativou nas últimas duas semanas. No início do mês, ele disse que faria um “jejum” de fala, álcool, sexo e pornografia. “Não falo com ninguém há um mês”, ele legendou uma postagem em 3 de novembro. “Estou fazendo uma limpeza de 30 dias, um jejum verbal. Sem álcool, sem filmes adultos, sem sexo.” Ele concluiu com a nota: “Mas meu Twitter, ainda aceso”.