Karol Conká prepara projeto sobre saúde mental e diz que é como se a terapia não chegasse para a população negra

·1 minuto de leitura

A cantora e ex-BBB Karol Conká está preparando um novo projeto para as suas redes sociais sobre saúde mental para estrear na próxima terça-feira, dia 15. Batizado de "Vem K", ela fará entrevistas com profissionais da área, como psicanalistas e psicólogos.

O tema foi muito discutido quando Karol esteve na casa do "BBB 21", já que ela teve comportamentos apontados como abuso psicológico contra outros participantes. Entre eles, Lucas Penteado, que desistiu do programa logo nos primeiros dias.

Ela disse, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a questão de saúde psicológica não pode deixar para ser vista apenas quando se tem um problema claro.

"Aprendi a não esperar explodir para ir atrás (de ajuda)", conta ela, que aponta ainda que terapia era vista como algo de "gente chique" entre seus amigos e familiares, e que observa isso como um tabu entre a população negra.

"É como se não chegasse para a gente", resume ela.

Ainda na estrevista, ela reafirmou que esperava mais sororidade dos negros, depois da sua participação no reality, e que é mais comum que os brancos tenham melhor tratamento quando erram no programa.

"É como se nem preta eu fosse mais", contou ela, que diz ter sido chamada de racista por brigar com Lucas Penteado.

Ela ainda sugeriu que a comoção e a raiva que ela recebeu poderiam ser redirecionadas ao governo federal e ao presidente Jair Bolsonaro, em cobranças relacionadas ao controle da pandemia de Covid-19 no Brasil.

"Isso merece o gasto de energia para ir às redes ou às ruas e protestar. Nossa raiva tinha que ser canalizada para isso. Então, estou de mão dada aí com todo mundo que é fora morte, fora Bolsonaro. Estou na torcida para que o milagre aconteça", pontuou Karol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos