Kat Torres e outras duas brasileiras são presas nos EUA; o que se sabe sobre o caso

Desirrê, Kat Torres e Letícia foram presas nos EUA - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Desirrê, Kat Torres e Letícia foram presas nos EUA - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Influenciadora Kat Torres, Desirrê Freitas e Letícia Maia foram presas nos EUA esta semana

  • O trio é protagonista de uma história com mistérios e acusações nos últimos meses

  • Polícia descartou desaparecimento de Desirrê e Letícia, como suspeitavam os familiares

As influenciadoras brasileiras Katiuscia Torres, mais conhecida como Kat Torres, e Desirrê Freitas, além da mineira Letícia Maia Alvarenga, foram presas nos Estados Unidos durante essa semana.

Os nomes das três apareceram em uma lista de pessoas detidas no Condado de Cumberland, na Carolina do Norte, em um caso cheio de mistérios que envolveu até o nome da modelo Yasmin Brunet.

Letícia e Desirrê eram dadas como desaparecidas pelas próprias famílias e havia a suspeita de que elas tivessem se juntado a um suposto culto administrado por Kat Torres.

O caso ganhou repercussão depois que Letícia gravou um vídeo acusando Yasmin Brunet de tráfico humano.

Dias mais tarde, porém, a polícia norte-americana negou a informação de que elas estivessem sumidas ou sob poder de Kat Torres. Agora, o trio aparece como detido em território dos EUA.

Entenda o que se sabe sobre o caso

O vídeo

No mês passado, Letícia se tornou assunto por todo o Brasil depois de publica um vídeo no qual aparece abatida e com olheiras, dizendo que fugiu de um cativeiro no qual Desirrê ainda estava sob poder de criminosas.

"Gente, eu quero a ajuda de vocês. Eu estou tentando falar e vocês não estão acreditando. Por favor, a Desirrê está em perigo. A Yasmin Brunet ainda está com ela lá, eu consegui sair do cativeiro, mas a Desirrê continua lá. Eu vou tentar salvar, eu vou tentar arriscar a minha vida por ela", diz.

Quem é Letícia?

A família define Letícia como uma jovem carinhosa, esperta e com dons artísticos, que aos poucos foi se distanciando dos parentes por influência de Kat Torres.

Os próprios familiares admitem que Letícia sempre teve o sonho de ir para os Estados Unidos, e conseguiu realizá-lo aos 16 anos, quando foi ao país para uma viagem à Disney.

Em 2019, ela voltou aos EUA para um programa de intercâmbio. Em depoimento ao jornal O Globo, os pais afirmaram que Letícia, a princípio, seguiu a jovem carinhosa de sempre, mas que aos poucos foi mudando.

"No início quando se instalou nos Estados Unidos ligava com frequência e relatava que estava gostando desta nova etapa de sua vida. Tempos depois, descobrimos que ela fazia consultas com uma mulher que se diz coach, chamada Kat Torres, que segundo ela é escritora, hipnoterapeuta, empresária e bruxa, possui um site de consultas on-line, onde promete realizar cura de doenças, ajudar meninas a ficarem ricas e conseguirem se casarem com homens americanos bem-sucedidos e milionários. Um site de milagres", disseram.

Quem é Kat Torres?

Nascida em Belém-PA, Katiuscia Torres Soares é uma ex-modelo de 29 anos que se descreve como Life Coach com mais de mil clientes por todo o mundo, além de atriz, escritora e comediante.

A influenciadora se diz desenvolvedora de programas para evolução espiritual, profissional e amorosa, com planos que vão de R$ 73 (mensal) a R$ 700 (anual).

Relação entre elas

A família de Letícia garante que a jovem mudou completamente após conhecer Kat Torres. Aos poucos, foi deixando de manter contato com os parentes. Pouco depois, descobriram que ela enviava todos os seus ganhos financeiros à influenciadora.

A devoção de Letícia fez com que ela se aproximasse de Kat. A influenciadora chegou a postar vídeos ao lado da jovem, afirmando que ela era sua assistente.

Ainda de acordo com relato dos pais ao Globo, Kat passou a se apossar até do dinheiro que a família enviava a Letícia para ajudar a jovem a se manter nos EUA.

Falta de contato e desaparecimento

O distanciamento de Letícia da família crescia na mesma medida que sua proximidade de Kat. Até que, em abril, os pais se surpreenderam com a notícia de que a filha voltaria à cidade natal, Perdões.

No dia 28, eles a encontraram na rodoviária, mas se surpreenderam com o comportamento da jovem. Ela afirmou apenas que estava de passagem pela região, pois precisava de documentos que estavam na casa da família.

A filha, inclusive, recusou dormir na casa dos pais, que, após deixarem-na em um hotel, não tiveram mais notícias de Letícia.

Quatro meses depois, um boletim de ocorrência por desaparecimento foi registrado, e eles foram informados pela polícia de que o último registro da garota havia sido em um voo rumo a Houston, nos EUA, em 14 de maio.

Acusação de aliciamento

Os pais de Letícia garantiam que possuíam diversas provas de que Letícia estava com Kat Torres e de que a influenciadora tinha uma seita para aliciar jovens.

Após o registro do B.O., eles passaram a receber mensagens, supostamente enviadas pela filha, pedindo para que parassem de procurá-la.

Kat chegou a publicar um vídeo em que Letícia alega ter sido abusada sexualmente pelo pai aos 15 anos, informação que o homem e familiares desmentiram.

Quem é Desirrê?

Citada por Letícia, Desirrê Freitas também era dada como desaparecida pela família. Ela seria outra jovem aliciada por Kat para sua seita, segundo os parentes.

Desirrê cursou Jornalismo no Canadá, morou na Alemanha com o então marido, mas teria sido convencida por Kat a abandoná-lo para juntar-se à seita nos Estados Unidos.

Um site em busca de informações sobre a jovem foi criado por amigas. Imediatamente depois, um antigo perfil de Desirrê em uma rede social foi reativado e passou a publicar mensagens dizendo que estava "tudo bem".

Prisão confirmada

O caso seguiu sem novidades até esta semana, quando, na última quarta-feira (2) os parentes de Letícia e Desirrê se surpreenderam com a notícia de que as duas, além de Kat, haviam sido presas nos Estados Unidos.

A lista de pessoas detidas no Condado de Cumberland, porém, não especifica os crimes cometidos pelo trio, mantendo o mistério sobre o que teria acontecido com as mulheres.