Keno Marley é derrotado e fica com a prata no Mundial de Boxe Masculino

·1 min de leitura
95800891_ES São Paulo SP 19-10-2021 Ultimo treino da seleção brasileira de boxe no Clube Muni.jpg

O brasileiro Keno Marley foi derrotado por Loren Alfonso Dominguez, cubano naturalizado azerbaijano, e ficou com a medalha de prata da categoria até 86kg no Mundial de Boxe da Sérvia, nesta sexta-feira. Foi um duelo regular, com golpes limitados de ambas as partes. A decisão foi dividida: três árbitros deram a vitória para o cubano-azeri, e outros dois, para o pugilista baiano, de 21 anos.

Marley garantiu o bronze com uma vitória sobre o polonês Sebastian Viktorzak. Depois, ele assegurou a prata ao se classificar para a final derrotando o belga Victor Schelstraete. Além da medalha, o brasileiro assegurou uma premiação de US$ 50 mil – na cotação atual, pouco mais que R$ 280 mil. Esta foi a primeira edição do mundial com remuneração em dinheiro pelos pódios.

A conquista de Marley quebra um jejum de sete anos. Desde 2013, com Robson Conceição, o Brasil não conquistava uma prata no torneio masculino. No total, foi a oitava medalha do país na competição.

Dez pugilistas formaram a seleção brasileira que disputou o Mundial da Sérvia, entre eles o medalhista de bronze em Tóquio Abner Teixeira. Mas só Marley chegou à semifinal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos