KFC e Giraffas provocam McDonald's e Burger King após polêmica com sanduíches

Concorrentes do McDonald's e do Burger King provocaram as gigantes do fast food, após a polêmica dos sanduíches que não tinham em sua composição produtos anunciados pelos estabelecimentos. As empresas foram notificadas pelo Procon e convidadas pelo Senado a prestar esclarecimentos.

Segundo o órgão de defesa do consumidor, as redes de fast food divulgaram propaganda enganosa ao anunciarem os sanduíches McPichanha e Whopper Costela sem os refeirdos cortes da carne. As empresas reconheceram que os produtos não continham picanha nem costela. Na verdade, os sanduíches eram aromatizados.

Em campanha divulgada nesta terça-feira, o KFC afirmou que todos os seus sanduíches de frango são, de fato, feitos de frango. Na peça publicitária, a empresa destaca a imagem de um sanduíche e aponta para os ingredientes ressaltando o que "não é de frango" e o que é "100% frango".

Logo após o caso envolvendo o McDonald's na semana passada, o Giraffas brincou em publicação no Twitter: "Fomos notificadas por excesso de picanha no cardápio", dizia o post ilustrado com a imagem de um prato e os dizeres "notícia urgente".

A polêmica começou depois que clientes denunciaram o McDonald's pela falta de picanha em seu sanduíche. A rede admitiu que a nova linha do McPicanha não tem o produto em sua composição, mas sim um "molho com aroma natural de picanha".

Diante da repercussão, a empresa comunicou a retirada do hambúguer de seu cardápio. Em outro anúncio, o MCDonald's disse que "vacilou" na escolha do nome e disse que voltaria com o produto, sem informar a data.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos