• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Khodorkovsky: "Putin é um bandido"

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

"Vladimir Putin é um bandido com quem é impossível negociar": As palavras são do antigo magnata do petróleo Mikhail Khodorkovsky, que não tem papas na língua para descrever o presidente russo. Agora a viver em Londres depois de dez anos nas prisões russas, Khodorkovsky disse à Euronews que os líderes ocidentais não se dão conta de quem é, verdadeiramente, Putin.

"Os líderes dos principais países europeus ainda acreditam que podem negociar algo com Putin sem uma demonstração de força e que podem falar com ele a partir do que ele considera ser uma posição fraca. Isso é um erro crasso, porque não estão a falar com um estadista, como eles. Estão a falar com um bandido. E o que faz um bandido numa situação em que se considera forte e empurrado a dar um passo em frente? Tenta acabar com a vítima", disse Khodorkovsky.

Querer negociar com Putin é um erro crasso, porque não estão a falar com um estadista, como eles. Estão a falar com um bandido.

Mas nem todos os líderes europeus se comportam como cordeiros perante Putin, segundo Khodorkovsky, que destaca a postura dos líderes do leste europeu e também alguém de quem não estava à espera de ouvir palavras duras: o chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell.

"Fiquei surpreendido com o senhor Borrell", acrescentou Khodorkovsky. "É um burocrata europeu e não estava à espera de ouvir palavras contundentes da parte dele, mas ele disse uma coisa muito acertada, que é que este assunto não pode ser resolvido na mesa de negociações, mas no campo de batalha. Com certeza, vamos ter negociações no fim da guerra, mas em primeiro lugar este conflito tem de ser vencido no campo de batalha e não há alternativa".

Khodorkovsy, antigo patrão da petrolífera YUKOS, foi uma figura próxima do poder e chegou a ser o homem mais rico da Rússia, até cair em desgraça. Julgado por corrupção, esteve preso entre 2003 e 2013. É hoje uma voz ativa na oposição a Vladimir Putin.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos