Kim Jong Un acompanha teste de mísseis que visam aumentar poderio nuclear da Coreia do Norte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Soo-hyang Choi e Josh Smith

SEUL (Reuters) - O líder norte-coreano Kim Jong Un acompanhou o teste de disparo de um novo tipo de arma guiada cujo objetivo é aumentar o poderio nuclear do país, informou a agência estatal norte-coreana de notícias KCNA neste domingo.

A notícia chega em meio a sinais de que a Coreia do Norte pode retomar em breve seus testes nucleares, de acordo com relatórios de autoridades sul-coreanas e norte-americanas, e depois de Kim quebrar uma suspensão auto imposta sobre testes de mísseis balísticos intercontinentais (ICBM) com um lançamento feito no mês passado.

Os militares da Coreia do Sul disseram neste domingo que detectaram dois projéteis lançados no sábado da costa leste da Coreia do Norte em direção ao mar. Os projéteis voaram cerca de 110 km com um pico de 25 km.

A KCNA não deu mais detalhes sobre o lançamento, mas o vinculou aos objetivos nucleares do país.

"O novo tipo de arma tática guiada... é de grande importância para melhorar drasticamente o poder de fogo das unidades de artilharia de longo alcance da linha de frente e aumentar a eficiência na operação de armas nucleares táticas", disse a KCNA.

A Coreia do Norte vem desenvolvendo mísseis balísticos de curto alcance que, segundo analistas, são projetados para combater defesas antimísseis e atingir alvos na Coreia do Sul.

(Tradução Redação Brasília, 55 11 5047-2695)); REUTERS BC)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos