Kim Kardashian está sendo processada por sete funcionários

·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Sete ex-funcionários de Kim Kardashian estão acusando a empresária por más condições de trabalho.

  • Segundo o TMZ, ela não teria pago corretamente o salário dos colaboradores.

Kim Kardashian está sendo processada por sete de seus ex-funcionários por causa de condições de trabalho. Segundo o TMZ, a empresária do clã Kardashian, de 40 anos de idade, não teria pagado corretamente os salários dos colaboradores, se recusado a pagar por horas extras e estaria sendo acusada de não permitir intervalos para refeições.

Leia também:

De acordo com o site, documentos judiciais apontam que os ex-funcionários também dizem que nunca foram pagos em dia e alegam que dez por cento dos salários eram tirados dos impostos, os quais ela não teria repassado em seus impostos.

Membros da equipe que processa Kim afirmam que foram informados, no momento do contrato, de que seriam empregados em tempo integral, porém que foram tratados como contratados independentes - ou, no Brasil o que se entenderia como um contrato em esquema de pessoa jurídica. Isso teria implicado na perda de benefícios dos período de trabalho integral.

Um trabalhador alega que foi demitido imediatamente quando perguntou sobre horas extras, impostos e descanso. De acordo com o TMZ, ele também afirma que perguntou sobre os direitos de seu filho, que ele diz ter apenas 16 anos, mas trabalhava mais do que o máximo de horas permitido para uma criança pelas leis da Califórnia.

Nenhum dos funcionários recebeu recibos de pagamento ou salários discriminados, e eles também afirmam que Kim falhou em manter o controle das horas trabalhadas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News