Kim Kataguiri critica Bolsonaro por aliança com Centrão: “Prefiro perder uma eleição, do que perder a minha alma”

·1 minuto de leitura
Deputado Kim Kataguiri é coordenador nacional do MBL (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Deputado Kim Kataguiri é coordenador nacional do MBL (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a eleição para a presidência da Câmara. Karaguiri era um dos concorrentes e foi derrotado por Arthur Lira (PP-AL), candidato do presidente da República.

Segundo Kim Kataguiri, Bolsonaro vendeu a alma. “Prefiro perder uma eleição, do que perder a minha alma, prefiro perder uma eleição, do que manchar o nome da minha filha, do que me associar a criminoso”, disse o deputado, em referência a aproximação de Bolsonaro com o Centrão.

Antes apoiador de Bolsonaro, e participativo na campanha de 2018, Kataguiri é coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), que agora se opõe ao presidente.

Leia também:

“Se prepara, Jair Bolsonaro, sua hora vai chegar. Você vai aprender que quando se vende a alma ao demônio, o capeta cobra com juros e correção monetária”, declarou durante a votação na Câmara.

As críticas feitas por Kataguiri são baseadas na informação divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo, de que o governo teria distribuído recursos a deputados, em troca de votos em Lira. Dessa forma, Bolsonaro teria desidratado a campanha de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Ao todo, o governo teria disponibilizado R$ 3 bilhões, valor que 285 deputados repassaram aos redutos eleitorais.