Kit de 'caçador de vampiros' do século XIX é vendido em leilão por valor seis vezes maior que o esperado, na Inglaterra

Um kit de 'caçador de vampiros' foi vendido, na última quinta-feira, por um valor seis vezes acima do esperado pela casa de leilões britânica Hansons. A peça, que pertenceu a um lorde inglês, foi vendida por £16,900, cerca de R$ 109 mil.

'Enigma': Raro diamante negro que pode ter origem espacial vai a leilão

Fotos: Madonna lança série de NFT 'Mãe da criação', que mistura natureza e tecnologia e vai a leilão nesta quarta

A casa de leilões esperava que o kit fosse comprado por apenas £ 2 mil, mas a peça atraiu a atenção compradores de diferentes partes do globo. A disputa para ver quem dava o maior lance fez o com que o valor da peça subisse.

— O resultado superou todas as expectativas. Os lances vieram de todo o mundo, incluindo França, Estados Unidos e Canadá. Objetos como este fascinam os colecionadores e este tem uma origem particularmente interessante. Originalmente pertenceu a Lord Hailey. Seja por medo ou fascinação, é interessante saber que um membro da mais alta ordem social aristocrática, um homem com um lugar na Câmara dos Lordes, adquiriu este item — disse Charles Hanson, dono da casa de leilões.

O kit consiste de uma caixa de madeira, marcada com as iniciais de Hailey. Dois crucifixos de latão na tampa servem como trava. Dentro há mais crucifixos, um par de pistolas combinando, frasco de pólvora de latão, água benta, uma Bíblia gótica, um martelo de madeira, uma estaca, castiçais de latão, contas de rosário e documentos da polícia metropolitana da época.

A peça foi comprada por um britânico, morador do condado de Derbyshire, que preferiu não revelar sua identidade.

— Fiquei surpreso e encantado. É um item fascinante — disse o comprador, segundo a nota da Hansons.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos