Kleber Bambam é criticado por chamar Luiza Trajano de "agressiva"

Giselle de Almeida
·2 minuto de leitura
Kleber Bambam no
Kleber Bambam no "Altas Horas". Foto: reprodução/TV Globo

Resumo da notícia

  • No "Altas Horas", Kleber Bambam chamou a empresária Luiza Trajano de "agressiva"

  • O vencedor do "BBB1" foi criticado nas redes sociais pelo comentário

  • No programa, a empresária defendeu a aceleração da vacinação contra a Covid-19 no país

Vencedor do primeiro "Big Brother Brasil", Kleber Bambam participou do "Altas Horas" no último sábado (10). Na conversa com Serginho Groisman, ele comparou sua edição, que será reprisada pelo canal Viva, com a fase atual do reality e criticou a chamada "cultura do cancelamento". Uma das falas do ex-participante, em especial, repercutiu mal nas redes sociais: foi quando ele chamou a empresária Luiza Trajano, que comanda a rede Magazine Luiza, de "agressiva".

Ela comentou, em uma entrevista transmitida por vídeo, sobre a participação das mulheres na política e a importância de acelerar a vacinação contra a Covid-19 no país. "A vacina é a única alternativa que tem para esse momento. Se não vamos ficar nesse abre e fecha, abre e fecha", comentou.

Leia também:

Luiza foi chamada de "mulher forte" por Serginho, mas Bambam usou outro adjetivo para classificá-la: "Ela é agressiva, né? Parabéns".

O nome do fisiculturista ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter na madrugada deste domingo, e muitos usuários reprovaram o comentário. 

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No início do programa, declarou que havia participado do "'Big Brother' raiz" e que agora "existe o cancelamento".

"A internet tem força de te colocar como vilão. E isso eu não concordo. Porque uma atitude sua não faz a sua história de 15 ou 20 anos. Eu tinha 24 anos na época. E, hoje, eu creio que a Internet tem esse impulsionamento", afirmou o ex-BBB.