Klopp critica a não convocação de Alexander-Arnold à Inglaterra: 'Devem ter um elenco muito bom'

·1 minuto de leitura

Numa das decisões que mais surpreendeu torcedores e imprensa do país, o técnico da Inglaterra, Gareth Southgate, deixou o lateral Trent Alexander-Arnold, do Liverpool, de fora da convocação da seleção para as eliminatórias europeias da Copa do Mundo do Qatar, na última semana. Técnico de Arnold nos Reds, Jurgen Klopp desaprovou a decisão e comentou sobre o assunto na sexta-feira, em entrevista coletiva.

— Eu sou treinador. Nós tomamos decisões que as pessoas provavelmente não entendem. Respeito a decisão da Gareth, claro, mas não a entendo. Trent foi, pelo menos nas duas temporadas passadas, o principal lateral-direito do futebol mundial. Essa é a verdade, e ele conseguiu isso sendo muito jovem — argumentou o alemão, ressaltando que o jovem, eleito revelação da última Premier League, se contaminou com a Covid-19 no início da atual temporada, o que dificultou sua adaptação e o rendimento similar ao das temporadas anteriores.

A Inglaterra venceu as três partidas que disputou, contra San Marino, Albânia e Polônia. Kyle Walker, do Manchester City, foi o titular na posição, com Trippier (Atlético de Madrid) como opção no banco.

— Trent é um rapaz ambicioso. Sei que ele quer estar na seleção inglesa e vai fazer de tudo para voltar. Se ele não está no elenco, então a Inglaterra deve ter um elenco muito bom, vamos dizer assim. Em resumo, eu respeito a decisão, claro, mas eu não entendo — encerrou o treinador.