Kobe Bryant ganhou um Oscar com animação sobre sua aposentadoria no basquete

RIO – Kobe Bryant, lendário ex-jogador da NBA que morreu neste domingo numa acidente de helicóptero, conquistou também Hollywood em sua primeira incursão no cinema. Em 2017, o jogador se aliou ao diretor e também produtor Glen Keane para criar a animação "Dear basketball", baseada no poema escrito por Bryant ao se aposentar, na temporada de 2015-2016 (Leia a íntegra do poema).

Premiado com o Oscar de melhor curta de animação no ano seguinte, o jogador cinco vezes campeão da NBA e vencedor de dois ouros olímpicos subiu ao palco do Dolby Theatre, em Los Angeles, para receber a estatueta.

Bryant, também narrador do curta, se aposentou em 2016 após duas décadas de carreira. A indicação, no entanto, foi considerada por muitos controversa, especialmente na era de movimento como o #MeToo e o "Time's Up": em 2003 Bryant foi acusado de estupro.

Keane é conhecido como uma "lenda da Disney" pela carreira que inclui trabalhos como "Enrolados", "Tarzan", "Pocahontas" e "A Bela e a Fera". A equipe por trás de "Dear basketball", que estreou oficialmente no Festival de Tribeca, inclui Max Keane, na direção de arte e storyboard; e o produtor Gennie Rim.