Kremlin chama de inaceitáveis sanções da UE que levaram à proibição de trânsito na Lituânia

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante entrevista coletiva em Moscou

(Reuters) - O Kremlin disse nesta quarta-feira que as sanções da União Europeia que levaram a Lituânia a impor uma proibição ao trânsito de algumas mercadorias da Rússia continental para o exclave de Kaliningrado eram "absolutamente inaceitáveis", e que Moscou estava trabalhando em medidas de retaliação.

Falando aos repórteres em uma teleconferência, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que Moscou ainda não havia decidido quando iria impor contramedidas.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos