Kremlin diz não ver perspectiva de negociações de paz na Ucrânia por enquanto

Porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov

(Reuters) - O Kremlin disse nesta terça-feira que concorda com os Estados Unidos sobre a necessidade de uma paz duradoura na Ucrânia, mas não vê perspectiva de negociações no momento.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, afirmou em entrevista na segunda-feira que o conflito na Ucrânia terminará "quase certamente com diplomacia" e negociações, e que "uma paz justa e duradoura" é necessária.

"Que o resultado deve ser uma paz justa e duradoura - pode-se concordar com isso. Mas quanto às perspectivas de algum tipo de negociação, não vemos nenhuma no momento", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres.

Ele acrescentou que, para que as negociações aconteçam com potenciais parceiros, a Rússia precisaria cumprir os objetivos de sua "operação militar especial".

(Reportagem da Reuters)