Kremlin diz que Biden disse a Putin em telefonema que quer normalizar relação

·1 minuto de leitura
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, em telefonema que quer normalizar os laços bilaterais entre os dois países e cooperar no controle de armas, no acordo nuclear com o Irã, no Afeganistão e nas mudanças climáticas.

O Kremlin também confirmou que Biden propôs um encontro de alto nível com Putin, mas não deu indicação sobre como o líder russo respondeu a essa sugestão.

O Kremlin disse que o telefonema foi uma iniciativa de Washington e que Putin explicou suas visões sobre o leste da Ucrânia, onde um conflito tem escalado.

Mais cedo, a Casa Branca informou sobre o telefonema.

(Reportagem de Andrew Osborn, Polina Devitt e Darya Korsunskaya)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES