Kremlin diz que China tem direito de realizar exercícios militares em torno de Taiwan

Tela de televisão mostra mapa com localizações dos exercícios militares do Exército de Libertação Popular da China no entorno de Taiwan, em Hong Kong

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta quinta-feira que a China tem o direito soberano de realizar grandes exercícios militares em torno de Taiwan e acusou os Estados Unidos de abastecer artificialmente as tensões na região.

A China disparou vários mísseis em torno de Taiwan nesta quinta-feira, ao lançar exercícios militares sem precedentes um dia após a visita da presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, à ilha autogovernada que Pequim reivindica como parte de seu território soberano.

Questionado sobre os exercícios chineses, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse: "Este é o direito soberano da China".

"A tensão na região e em torno de Taiwan foi provocada... pela visita de Nancy Pelosi", disse Peskov a repórteres em uma teleconferência. "Foi uma visita absolutamente desnecessária e uma provocação desnecessária."

(Reportagem de Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos