Kristen Bell revela que vendia identidades falsas na faculdade

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Atriz Kristen Bell no Build Series para comentar sobre sua linha de produtos Hello Bello em fevereiro de 2020, em Nova York. (Foto: Jim Spellman/Getty Images)
Atriz Kristen Bell no Build Series para comentar sobre sua linha de produtos Hello Bello em fevereiro de 2020, em Nova York. (Foto: Jim Spellman/Getty Images)

Antes de se uma tornar atriz de sucesso, Kristen Bell teve um emprego pouco comum. Em entrevista ao programa "The Tonight Show With Jimmy Fallon", a artista revelou que já chegou a vender documentos falsos durante o período que estudou teatro musical na Tisch School of Arts, da New York University (NYU).

Bell estava no programa para promover seu livro infantil "The World Needs More Purple People", quando Fallon alegou que sempre a imaginou como uma boa criança. A atriz concordou com o comentário, mas acrescentou que "as aparências enganam".

Kristen afirmou que sempre foi uma boa criança, mas sua fase rebelde chegou no mesmo período em que decidiu se tornar uma empreendedora. A atriz notou que as identidades feitas em Nova Jersey, em 1998, não tinham uma qualidade tão boa, então decidiu falsificar as suas no próprio dormitório da faculdade.

Na época, cada documento falso chegava a custar US$ 20 e o público alvo eram os jovens com menos de 21 anos, que são considerados menores de idade segundo a legislação do país. "Eu os vendia para meus amigos. Todos os bares da NYU quando você tinha 19 anos, eles checariam e eu teria que imaginar que eles sabiam, porque era uma terrível réplica falsa de identidade. Mas eles diziam 'eu lhe daria UMA cerveja com isso e é melhor você consiga sair daqui andando'", brincou. "Você faz coisas bobas quando é criança".

Aos 42 anos, Kristen Bell é uma atriz e cantora norte-americana. A artista já estrelou inúmeros papéis em séries como "Veronica Mars" (2004) e "The Good Place" (2016), foi narradora de "Gossip Girl" (2007) e dubladora de “Frozen” (2013). Seu último trabalho foi a minissérie de comédia e suspense da Netflix, "A Vizinha da Mulher da Janela" (2022), sátira de "A Mulher Na Janela".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos