Kroton acerta compra da Somos Educação por R$4,6 bi, sua 2ª compra em educação básica

23/5/2013 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - A Kroton Educacional fechou a compra do controle da Somos Educação, da Tarpon Gestora de Recursos, por 4,566 bilhões de reais, informaram as empresas nesta segunda-feira, em sua segunda aquisição no segmento de educação básica em menos de um mês.

Desse total, 4,166 bilhões de reais serão pagos à vista na data de fechamento do negócio e o restante será mantido em conta vinculada para garantir pagamento de determinadas obrigações de indenização assumidas pelos vendedores.

No início de abril, a Kroton anunciou a sua primeira aquisição em educação básica, do Centro Educacional Leonardo Da Vinci, em Vitória (ES), por valor não revelado, e disse que previa mais duas aquisições no segmento até o fim do ano.

A compra do controle da Somos foi realizada por meio da holding Saber, criada pela Kroton para incorporar todos os ativos de educação básica existentes e adquiridos, enquanto a parte vendedora inclui determinados fundos de investimentos geridos pela Tarpon, que são os acionistas controladores da Somos.

"A aquisição da Somos pela holding Saber promove a complementariedade da atuação no segmento de educação básica brasileiro e está totalmente alinhada à estratégia de crescimento por meio da qualidade diferenciada dos produtos, serviços e plataformas educacionais digitais oferecidos", escreveram as empresas.

Em comunicado separado, a Tarpon Investimentos disse que a operação envolve 192.275.458 ações da Somos Educação, ao preço individual de 23,75 reais.

O valor representa um prêmio de 66 por cento em relação ao preço de fechamento das ações da Somos na sexta-feira, de 14,30 reais.

A Kroton e a Somos informaram ainda que se a operação não for fechada até 23 de outubro, o valor passará a ser corrigido pela variação do CDI a partir de 24 de outubro, até a conclusão do negócio.

No período de até 30 dias a partir do fechamento da operação, a holding Saber submeterá à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e à B3 um pedido de registro de oferta pública obrigatória para a aquisição (OPA) das ações da Somos detidas pelos acionistas minoritários.

A Saber avalia ainda cumular a OPA com a oferta pública para o cancelamento do registro de companhia aberta da Somos, embora esta decisão ainda não tenha sido tomada e a estrutura final da OPA será definida posteriormente.A operação está sujeita a determinadas condições, inclusive a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Mais cedo, o jornal Valor Econômico informou que a Kroton estava perto de fechar a compra da Somos Educação por cerca de 6 bilhões de reais.

(Por Flavia Bohone)