Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un parabeniza Lula

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 29.10.2022 - O presidente eleito do Brasil, Lula (PT). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 29.10.2022 - O presidente eleito do Brasil, Lula (PT). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O líder norte-coreano, Kim Jong-un, parabenizou o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pela vitória na disputa pelo Planalto. No último domingo (30), Lula derrotou o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL).

A mensagem foi reproduzida através de comunicado divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte.

"Felicito-o pela sua eleição como Presidente da República Federativa do Brasil", começou o líder norte-coreano, que está no poder desde 2011.

"Desejo-lhe boa sorte em sua nova função, expressando confiança de que o relacionamento amigável e cooperativo entre nossos dois países será aprimorado e fortalecido de acordo com as necessidades dos tempos", completou Kim na breve nota.

O petista foi eleito com 50,90% (60.345.999 votos), ante 49,10% (58.206.354 votos) de Bolsonaro. Numericamente, Lula teve a maior votação da história. O recorde anterior era dele mesmo, em 2006, com 58,2 milhões de votos.

LÍDERES PARABENIZAM O PETISTA PELA VITÓRIA

Menos de 24 horas após a vitória nas urnas, Lula teve seu primeiro encontro como presidente eleito do Brasil com um chefe de Estado estrangeiro. Ele se reuniu na segunda-feira (31) com Alberto Fernández, presidente da Argentina e amigo de longa data, que chegou pela manhã a São Paulo.

"Todo meu amor, minha admiração e meu respeito, querido companheiro", escreveu o argentino em uma publicação nas redes sociais. O post é acompanhado de um vídeo do momento em que os dois se encontraram. Fernández e Lula se abraçam, e o argentino diz ao brasileiro: "Presidente! Que alegria vê-lo!".

Fernández já teve outros encontros com Lula, tendo até viajado a Curitiba em 2019, antes mesmo de ser eleito presidente da Argentina, para visitar o brasileiro na prisão.

Fernández foi um dos primeiros chefes de Estado a cumprimentar Lula pelo resultado das eleições mesmo virtualmente.

"Parabéns, Lula! Sua vitória abre um novo tempo para a história da América Latina. Um tempo de esperança e de futuro que começa hoje mesmo. Por aqui, você tem um companheiro com quem trabalhar e sonhar alto com a vida dos nossos povos", publicou o presidente argentino no Twitter.

Segundo a campanha de Lula, outras lideranças estrangeiras ligaram para o presidente eleito, como Olaf Scholz, da Alemanha; o presidente francês, Emmanuel Macron; António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa, de Portugal; Miguel Díaz-Canel, de Cuba; e António Guterres, secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, também disse ter falado com Lula para parabenizá-lo pela vitória.

"Acabo de falar ao telefone com o novo presidente do Brasil, Lula. Mandei meus parabéns, desejando-lhe sorte na sua nova etapa no governo e vontade de trabalhar em conjunto na luta contra a pobreza, a fome e as mudanças climáticas", disse.