Líder da Coreia do Norte propõe reativar comunicações com Seul

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, discursa durante sessão da Assembleia Popular Suprema em Pyongyang
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Hyonhee Shin

SEUL (Reuters) - O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, disse que está disposto a reativar as linhas diretas intercoreanas no mês que vem, mas acusou os Estados Unidos de proporem conversas sem mudar sua "política hostil", relatou a agência de notícias estatal norte-coreana KCNA nesta quinta-feira.

Kim fez os comentários no Parlamento simbólico do país, a Assembleia Popular Suprema, que se reuniu pelo segundo dia para debater a pauta política, econômica e social do governo.

Nesta semana, a Coreia do Norte realizou o mais recente de uma série de testes de armas, lançando um míssil hipersônico nunca visto antes e se unindo a uma corrida pelos sistemas de armas avançados liderados por grandes potências militares. O país voltou a exigir que a Coreia do Sul e os EUA descartem "dois pesos e duas medidas" quanto ao desenvolvimento de armas.

Há anos, Washington e a aliada Seul tentam induzir a Coreia do Norte a abdicar de seus programas nuclear e de mísseis em troca de uma alívio das sanções.

Kim se recusa a desistir de armas que diz que seu país necessita para se defender, e em algumas ocasiões tentou minar a relação entre os dois parceiros.

Em seus comentários mais recentes, ele expressou a disposição de religar as linhas diretas, mas criticou o "delírio" sul-coreano no que diz respeito ao que o vizinho classifica como provocações militares de Pyongyang.

"Não temos nem o objetivo, nem motivo para provocar a Coreia do Sul e nenhuma intenção de prejudicá-la", disse Kim, de acordo com a KCNA.

(Por Hyonhee Shin e Sangmi Cha; reportagem adicional de Michelle Nichols em Nova York)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos