Líder da oposição na Bolívia é preso, e apoiadores bloqueiam aeroporto

SÃO APULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos principais líderes da oposição na Bolívia, o governador do departamento de Santa Cruz, Luis Fernando Camacho, foi preso nesta quarta-feira (28) após ordem de um procurador, segundo o ministro do Interior, Eduardo del Castillo.

O motivo da prisão ainda é desconhecido, mas nos últimos meses o político ajudou a organizar protestos que bloquearam ruas e interromperam o comércio em Santa Cruz, uma das regiões mais ricas da Bolívia.

"Informamos ao povo que a polícia boliviana cumpriu a ordem de prisão contra o senhor Luis Fernando Camacho", disse o ministro del Castillo, sem entrar em detalhes.

Segundo a imprensa local, o governador foi transferido para o aeroporto de Santa Cruz, de onde deve ser levado para La Paz.

"Neste momento, não se sabe o paradeiro do governador, pelo que responsabilizamos o governo do presidente Luis Arce pela segurança física e pela sua vida", disse o gabinete de Camacho em comunicado.

Em protesto, centenas de pessoas invadiram a pista do aeroporto Viru Viru, em Santa Cruz, para impedir a decolagem de aeronaves.