Líder do governo pede intervenção de Pacheco para indicação de Mendonça ao STF ser pautada

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.03.2021 - André Mendonça, indicado por Bolsonaro para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.03.2021 - André Mendonça, indicado por Bolsonaro para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O senador Fernando Bezerra (MDB-PE) pediu nesta quinta-feira (14) a intervenção do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que a indicação de André Mendonça ao STF (Supremo Tribunal Federal) seja pautada na CCJ (Comissão de Constituição de Justiça).

O líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado entregou um requerimento a Pacheco com 16 assinaturas de titulares e outras 14 de suplentes da CCJ.

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da CCJ, tem se negado a pautar a indicação há mais de 90 dias.

Alcolumbre tem dito que a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, de não obrigar a votação lhe dá segurança jurídica para decidir o momento de pautar o tema.

Em coletiva no Senado nesta quinta, Pacheco disse que trabalha pela realização da sabatina e que acredita na sua realização nas próximas semanas.

“Eu acredito muito em solução de consenso, a partir de diálogo e que nós possamos ter essa etapa vencida nas próximas semanas com a sabatina da indicação do ministro do STF”, disse.​

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos