Líder, Palmeiras mostra em goleada sobre o Santos como joga de forma extrema

Nem mesmo o Liverpool, da melhor defesa da Europa, ficou tanto tempo sem sofrer gols quanto o Palmeiras

O clássico entre Palmeiras e Santos, pela 5ª rodada do Brasileirão, teve no trabalho de seus respectivos treinadores um dos pontos que mais interesse atraiu para o duelo. De um lado o estilo pragmático e efetivo ao Alviverde de Felipão, do outro a ofensividade e foco na posse de bola no Peixe de Sampaoli. No final das contas, quem teve motivos para comemorar foi o atual campeão brasileiro. E com uma goleada: 4 a 0.

Gustavo Gómez abriu a contagem para os donos da casa logo aos 6 minutos e Deyverson ampliou ainda no primeiro tempo. Raphael Veiga e Hyoran garantiram a goleada no Allianz Parque, que ampliou para 28 o número de jogos sem conhecer a derrota no Brasileirão – considerando desde a edição 2018.

O choque na diferença dos números entre as equipes mostra o quanto o Palmeiras de Felipão, apesar de ter muito pouco a bola em seus pés, sabe resolver jogos. A equipe de Jorge Sampaoli trocou praticamente o dobro de passes (482 contra 242), mas foi o Alviverde quem mais chegou levando perigo: acertaram oito finalizações a gol (quatro delas no fundo das redes) contra quatro do Santos.

ASSINE O DAZN E VEJA OS MELHORES CAMPEONATOS DO MUNDO!

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos ganhos (3V, 1 E), o Palmeiras lida com a competição nacional em termos absolutos: é quem menos troca passes (878) e tem o melhor ataque da competição (12 gols). O Santos, que segue com 10 pontos e caiu para a quarta posição, também lida com extremos em suas derrotas: nos sete revezes em 2019, o time de Sampaoli foi goleado em três deles.