Líder de rede de tráfico de migrantes é preso no Reino Unido

Autoridades britânicas anunciaram neste sábado a prisão do líder de uma importante rede de tráfico de migrantes, que havia fugido antes de a Justiça o condenar, em dezembro, a oito anos de prisão.

A rede é suspeita de ter transportado de caminhão 1.900 migrantes curdos dos países dos Bálcãs para a França ou Alemanha, e alguns para o Reino Unido. Cinco pessoas envolvidas na rede foram condenadas em 9 de dezembro.

O principal acusado, Tarik Namik, 45, foi condenado a oito anos de prisão. Devido à sua ausência no tribunal, autoridades emitiram um mandado de prisão contra ele.

Namik foi preso ontem, quando chegava ao aeroporto de Manchester, Inglaterra, procedente de Istambul, informou neste sábado a Agência Britânica contra o crime (NCA). Ele terá que comparecer a um tribunal na próxima segunda-feira, pois foi condenado oficialmente, explicou a NCA.

A rede, que começou a ser investigada pela NCA em 2017, possuía um negócio "sofisticado e lucrativo" de transporte de migrantes desde o Iraque e Irã.

ctx/mm/sag/jvb/lb