Líder republicano do Senado dos EUA diz que "consideraria" maior estímulo contra coronavírus em caso de acordo

WASHINGTON (Reuters) - O líder republicano do Senado norte-americano, Mitch McConnell, afirmou nesta terça-feira que a Casa consideraria um pacote maior de alívio ao coronavírus se fosse alcançado um acordo entre o presidente do país, Donald Trump, e a presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi.

"Estou ciente de que as discussões continuam entre o presidente (Trump) e a presidente da Câmara sobre um pacote maior", disse McConnell a repórteres. "Obviamente, se isso ocorresse, teríamos que considerar. E consideraríamos."

(Por Susan Cornwell e Doina Chiacu)