Líder russo volta a falar com Trump após ataque à Síria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em uma conversa classificada como "muito boa" pela Casa Branca, os presidentes Donald Trump, dos EUA, e Vladimir Putin, da Rússia, falaram-se pela primeira vez desde o ataque norte-americano a uma base aérea síria.

No telefonema, os dois líderes discutiram uma maior cooperação em relação à guerra civil no país, incluindo o estabelecimento de zonas seguras.

Segundo a Casa Branca, eles também concordaram em tentar agendar para julho seu primeiro encontro pessoal, paralelamente a um evento internacional na Alemanha.

Apoiador do ditador sírio, Bashar al-Assad, Putin fez críticas aos EUA após Trump ordenar um bombardeio ao país.