Líderes da esquerda denunciam golpe de Estado na Bolívia

A renúncia do presidente boliviano Evo Morales foi classificado como golpe de Estado pelo presidente venezuelano Nicolás Maduro e seu colega cubano Miguel Diaz-Canel. O México ofereceu asilo a Morales e abrigou 20 funcionários de parlamentares bolivianos em sua embaixada em La Paz.