Líderes europeus condenam ataque de bolsonaristas e declaram apoio a Lula

Dirigentes da União Europeia condenaram, neste domingo (8), a invasão das sedes dos Três Poderes, em Brasília, por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, expressando seu "apoio total" ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, expressou sua "condenação absoluta" ao ataque realizado por centenas de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional, ao Supremo Tribunal Federal e ao Palácio do Planalto, em Brasília.

"Apoio total ao presidente Lula da Silva, eleito democraticamente por milhões de brasileiros, em eleições justas e livres", escreveu Michel no Twitter.

O mesmo apoio foi expresso pelo chefe da diplomacia da UE, Josep Borrell, que se disse "consternado" pelos atos de "extremistas violentos".

A presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, se disse "profundamente preocupada" e que "a democracia deve ser sempre respeitada".

Ela acrescentou em um tuíte em português que o Parlamento europeu está "ao lado" do presidente Lula "e de todas as instituições legítimas e democraticamente eleitas".

alm/dth/eb/an/mvv