Líderes europeus realizarão cúpula virtual excepcional em 25 e 26 de fevereiro

·1 minuto de leitura
Bandeiras da União Europeia são vistas tremulando em frente à sede da Comissão Europeia em Bruxelas, em 25 de dezembro de 2020

Os chefes de Estado e de governo dos países membros da União Europeia (UE) irão realizar nos dias 25 e 26 de fevereiro uma cúpula extraordinária por videoconferência, dedicada às questões de saúde, defesa e segurança, anunciou nesta quinta-feira (3) um porta-voz do Conselho Europeu.

O evento terá início no dia 25 com uma sessão dedicada à "coordenação [das ações] sobre a covid", e no dia seguinte prosseguirá nas questões de “segurança e defesa”, afirmou o porta-voz no Twitter.

“Devido ao coronavírus, várias questões que não puderam ser tratadas nas últimas cúpulas estarão na agenda agora”, afirmou um diplomata europeu.

Segundo a fonte, a discussão do dia 25 será centrada mais especificamente no plano da Comissão Europeia de criar em 2023 uma nova autoridade, equivalente à Autoridade Biomédica de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado (Barda) dos Estados Unidos.

Essa entidade seria denominada Autoridade de Resposta a Emergências de Saúde (Hera, na sigla em inglês).

A cúpula deverá também considerar as relações transatlânticas, com a chegada de Joe Biden ao governo dos Estados Unidos, e questões de autonomia estratégica, afirmou um segundo diplomata europeu.

As discussões sobre as relações com a Turquia e a Rússia estarão na pauta de outra cúpula europeia já há muito tempo programada para 25 e 26 de março.

mt-bur/ahg/mb/ic