Líderes europeus realizarão mini cúpula sobre terrorismo

·1 minuto de leitura
Vista geral da reunião dos líderes europeus em Bruxelas (ARQUIVO)
Vista geral da reunião dos líderes europeus em Bruxelas (ARQUIVO)

O presidente francês Emmanuel Macron e a chanceler alemã Angela Merkel realizarão na terça-feira por videoconferência uma mini cúpula dedicada à resposta do bloco europeu à ameaça terrorista, anunciou a presidência francesa nesta segunda-feira (9).

Além de Macron e Merkel, participarão deste encontro que começará às 15h00 (11h00 em Brasília) o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von del Leyen, detalhou o palácio do Eliseu.

A cúpula também contará com a presença do chanceler austríaco, Sebastian Kurz, que estará em Paris na terça-feira para abordar com Macron a luta terrorista após o ataque que deixou quatro mortos na semana passada em Viena.

Este ataque, o primeiro deste tipo em décadas na Áustria, ocorreu em um contexto de forte ameaça jihadista, principalmente na França, depois que o semanário satírico francês Charlie Hebdo voltou a publicar caricaturas do profeta Maomé.

Essas caricaturas custaram a vida de um professor francês de ensino médio, que foi assassinado em 16 de outubro por um checheno de 18 anos após mostrar as caricaturas aos seus alunos em uma aula sobre liberdade de expressão.

Menos de 15 dias depois, a França voltou a ser alvo de um ataque quando um tunisiano matou três pessoas, entre elas uma brasileira, com faca em uma igreja de Nice (sudeste).

Desde então, o governo multiplicou as ações para fortalecer o trabalho conjunto ao nível europeu contra o terrorismo.

França, que assumirá a presidência da União Europeia (UE) durante seis meses em 1o de janeiro, já anunciou na semana passada que dobrará os soldados de segurança implantados nas fronteiras e pediu uma revisão "profunda" das normas que regem o espaço de livre circulação Schengen.

leb-meb/mar/mb/aa