Líderes fazem apelo para que se implemente acordo de paz na Ucrânia em 2016

BERLIM (Reuters) - Os líderes da França, Alemanha, Rússia e Ucrânia concordaram durante uma conversa por telefone nesta quarta-feira que o acordo de paz de Minsk para a Ucrânia precisa ser plenamente implementado no ano que vem, e disseram que os chanceleres de seus países devem se reunir dentro de um mês para avaliar os avanços obtidos, informou em comunicado o governo alemão.

O comunicado da vice-porta-voz do governo, Christiane

Wirtz, afirma ainda que durante a conversa os quatro líderes ressaltaram a importância de que se respeite o cessar-fogo no leste da Ucrânia e que os armamentos pesados sejam retirados da região.

"Os próximos dias devem ser usados para consolidar o cessar-fogo", diz o comunicado. Ministros das Relações Exteriores vão se reunir no fim de janeiro ou início de fevereiro para avaliar a implementação do plano de Minsk.

(Por Noah Barkin)