Lula eleito: líderes mundiais celebram vitória do petista no Brasil

Com Lula eleito, líderes mundiais celebram vitória nas eleições. REUTERS/Carla Carniel
Com Lula eleito, líderes mundiais celebram vitória nas eleições. REUTERS/Carla Carniel

Apenas alguns minutos após a confirmação do resultado das eleições deste domingo (30), líderes mundiais parabenizaram Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela vitória no pleito.

A primeira reação foi do presidente da Colômbia, Gustavo Petro, que ainda antes do anúncio do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) escreveu "Viva Lula" em sua conta no Twitter. Petro era, até este domingo, o último líder de esquerda a ser eleito na América Latina e, nos últimos dias, declarou abertamente seu apoio ao petista.

O presidente do Chile, Gabriel Boric, e a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, também se manifestaram. "Hoje mais do que nunca, amor e muita felicidade. Obrigado povo do Brasil. Obrigado, camarada Lula, por devolver alegria e esperança à nossa América do Sul", declarou Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina.

"Parabéns, Lula! Sua vitória abre um novo tempo para a história da América Latina. Um tempo de esperança e futuro que começa hoje. Aqui você tem um parceiro para trabalhar e sonhar alto com a boa vida de nossos povos", afirmou Alberto Fernández, presidente da Argentina.

"Já tive a oportunidade de felicitar calorosamente o Lula pela sua eleição como Presidente da República do Brasil. Encaro com grande entusiasmo o nosso trabalho conjunto nos próximos anos, em prol de Portugal e do Brasil, mas também em torno das grandes causas globais", declarou António Costa, primeiro-ministro de Portugal.

Atualizações ao vivo

Presidente: qual a função que esse cargo exerce?

O presidente da República exerce a função de chefe do poder Executivo e de chefe do Estado (autoridade máxima) de forma simultânea em uma nação cujo sistema de governo é denominado presidencialismo.

Como chefe do poder Executivo, o presidente é responsável pelas ações e decisões cotidianas da política brasileira.

Por exemplo: como criar políticas públicas e programas governamentais, como gerir a administração federal, sugerir novas leis, dentre outras atividades. Já como chefe de Estado, o presidente é o representante máximo do país que o elegeu perante o mundo.

Governador: qual a função que esse cargo exerce?

O governador é representante do Poder Executivo, com objetivo de governar o povo e conduzir os interesses públicos de cada estado.

Assim, a função do governador é comandar de forma completa o estado e representá-lo em ações jurídicas, políticas e administrativas. Ele também defende todos os interesses e necessidades do estado para com o presidente da República.

O Poder Executivo estadual também possui a função de articulação política com o governo federal, bem como com os municípios que integram o estado.

O que está sob a gestão dos governadores?

  • Segurança pública Uma das maiores responsabilidades do governador estadual é a segurança pública, envolvendo o total controle das Polícias Civil e Militar e a construção e administração de presídios.

  • Saúde – Está na alçada do governador criar as políticas de saúde estaduais e organizar o atendimento todo o atendimento de saúde, construindo e mantendo hospitais e instalações – laboratórios, centros de doação de sangue e centros de atendimento complexo (hospitais do câncer, por exemplo).

  • Educação No quesito educacional, o principal foco do governador costuma ser o ensino médio, hoje considerada a mais problemática das etapas do ensino formal brasileiro.

  • Definir o orçamento estadual – Os documentos orçamentários são de responsabilidade do governador estadual. Eles visam fomentar o planejamento de curto e médio prazo do estado, trazendo mais transparência ao uso dos recursos públicos.

  • Infraestrutura estadual – A responsabilidade sobre toda a infraestrutura é mantida na alçada do governador estadual. Rodovias e portos, por exemplo, precisam receber cuidados do governo.

  • Adquirir investimentos federais para estados e municípios – Para viabilizar projetos de grande porte, tanto o estado quanto os municípios dependem de investimentos vindos do governo federal. Para isso, o governador é importante e peça-chave na articulação política entre União, estado e municípios.