Líderes da Otan adotam declaração final conjunta

Chefes de governo da OTAN (primeira fileira, E-D): o presidente dos EUA, Donald Trump, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, estão no palco com outros líderes da Otan para a foto de família na cúpula da Otan no hotel Grove em Watford, a nordeste de Londres

Os líderes da Otan adotaram nesta quarta-feira uma declaração conjunta por ocasião da 70º aniversário da Aliança Atlântica, apesar das diferenças entre os aliados e a ameaça da Turquia de vetar qualquer decisão.

Em sua declaração, que detalha as ameaças da Aliança e anunciam uma próxima cúpula em 2021, os aliados reconhecem pela primeira vez o desafio que representa o desenvolvimento militar e tecnológico da China e prometem lutar contra "qualquer tipo de terrorismo".