López Obrador pede que decisão da Suprema Corte sobre aborto seja respeitada

Um dia após a Suprema Corte do México considerar inconstitucional a punição de mulheres por procedimentos de aborto, o presidente, Andrés Manuel López Obrador, defendeu que a decisão seja cumprida. Em um país de grande maioria católica, o presidente preferiu não emitir sua opinião pessoal sobre o tema.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos