Ladrões trapalhões são presos em flagrante ao tentarem dar golpe dentro de delegacia

A Polícia Civil prendeu em flagrante uma dupla de criminosos atrapalhados, dentro da 21ª DP (Bonsucesso), por tentarem aplicar um golpe na equipe de plantão para liberarem um carro clonado, que havia sido apreendido. Igor Oliveira da Cunha, que é dono de uma concessionária de veículos em Araruama, na Região dos Lagos, e Mario da Silva Ferreira vão responder por estelionato.

O caso teve início na última terça-feira (27), quando os agentes apreenderam um veículo Honda WRV prata que estava circulando sem placas. As mesmas foram encontradas dentro do veículo e, aparentemente coincidiam com o chassi.

A 21ª DP descobriria, no entanto, que o automóvel apreendido era clonado e o original constava como roubado.

Na quinta-feira (29), Mario Ferreira ligou para a delegacia alegando ser o dono do Honda e foi orientado a comparecer com documentos. Na sexta, então, ele e Igor foram à 21ª DP e apresentaram os papéis. No entanto, na hora de falarem com os agentes, se atrapalharam nas versões.

Primeiro a falar, Mario se apresentou como dono do veículo, o qual teria vendido para Igor R$ 45 mil. Ele também alegou que conhecia o comprador “há muitos anos”.

Ouvido em sequência, Igor disse que não era amigo de Mário e que ambos fizeram negócio pelo veículo, tendo ele pago R$ 18 mil, além de arcar com o valor de multas atrasadas pelo carro. De posse do mesmo, o teria emprestado a um amigo, com o qual o mesmo fora apreendido.

Os agentes também descobriram que o documento apresentado por Mário pertencia ao veículo original, que consta como roubado, e serviu de base para a clonagem.

Mario foi levado para outro depoimento e ele confessou que o carro estava em sua casa, em Teresópolis, e que foi convencido por Igor, para juntos tentarem retirar o carro, pois o mesmo queria vendê-lo. Desmascarada, a dupla atrapalhada foi presa pelos policiais.