Ladrão cai em buraco ao tentar roubar cofre de posto de gasolina no DF

Ladrão se atrapalha ao tentar roubar e cai no buraco (Foto: Getty Images)
Ladrão se atrapalha ao tentar roubar e cai no buraco (Foto: Getty Images)

Imagens obtidas pela Polícia Civil do Distrito Federal durante uma operação mostram o momento em que um dos criminosos se desequilibra e cai em um buraco ao tentar colocar um cofre no porta-malas do veículo usado para o crime.

Os registros feitos pelas câmeras de segurança do local mostram que os três ladrões que tentavam roubar um posto de gasolina da BR-060, na altura do Recanto das Emas, no DF.

Eles estacionaram o veículo no local onde o estabelecimento costuma fazer a troca de óleo. Porém, em determinado momento, a grade que fechava a vala onde os mecânicos ficam para executar a manutenção dos carros cedeu.

Enquanto tentavam colocar o cofre no porta-malas do veículo, um dos criminosos se desequilibrou e caiu dentro do buraco. A confusão frustrou a empreitada. Assustados e com o comparsa ferido, os ladrões deixaram o local, informou o portal g1.

De acordo com a Polícia Civil, o grupo realizou outros três roubos: o primeiro em dezembro do ano passado, no Gama; outro em janeiro deste ano, em Samambaia; e o último em março, em Ceilândia. Todos foram presos ao longo dos últimos meses.

A operação realizada pela polícia foi para prender o último integrante do grupo criminoso.

Ele foi detido em flagrante por tráfico de drogas. Durante a operação, que ganhou o nome de Arquimedes, os agentes cumpriram também seis mandados de busca e apreensão.

Outros dois integrantes do grupo já haviam sido presos em abril deste ano e um terceiro homem foi detido na quarta-feira (17). A corporação afirma que eles atuavam há pelo menos um ano.

De acordo com as investigações, durante os roubos, os frentistas eram rendidos com pistolas e amarrados. Em seguida, os criminosos usavam expansores hidráulicos para destruir o concreto que prendia os cofres ao chão.

Segundo a Polícia Civil, o grupo costumava agir durante a madrugada, usando luvas, máscaras e veículos roubados com placas clonadas. Em um dos roubos desses carros, os criminosos dispararam contra o motorista.