"Ladrão do sexo" é procurado após assaltar 15 garotas de programa no DF

"Ladrão do sexo" é procurado pela polícia - Foto: Reprodução
"Ladrão do sexo" é procurado pela polícia - Foto: Reprodução
  • Polícia procura o criminoso conhecido como "ladrão do sexo" pelos delitos cometidos no DF

  • O rapaz já assaltou pelo menos 15 garotas de programa, após manter relações sexuais com elas

  • Vítimas procuraram a polícia e descreveram o suspeito, que tem uma cicatriz na testa

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) procura um criminoso que ficou conhecido como "ladrão do sexo", após assaltar pelo menos 15 garotas de programa na região.

De acordo com informações do portal Metrópoles, as vítimas procuraram delegacias de polícia em Ceilândia, Taguatinga e Sudoeste para denunciar o criminoso.

Os relatos são de que o rapaz entra em contato com as profissionais e marca um programa. Após manter relações sexuais com as vítimas, ele as coloca sob a mira de uma faca e as obriga a fazer transações por PIX.

O criminoso também costuma roubar objetos de valor das residências das garotas de programa e as deixa amarradas, para que tenha tempo de fugir.

O suspeito foi flagrado por câmeras de segurança cometendo o crime nos dias 9, 14 e 16 de novembro. Em um dos casos, ele conseguiu tirar R$ 7,5 mil da conta de uma vítima.

Vítimas conversam entre si

As vítimas criaram um grupo de WhatsApp, no qual compartilharam detalhes sobre o rapaz, como descrições e fotos. Segundo elas, o criminoso tem uma cicatriz na testa.

Apesar dos esforços da polícia na localização do criminoso, ele continua foragido.