Ladrão se passa por policial e rouba casa da embaixada dos EUA em Brasília

·1 min de leitura
Ladrão fingiu ser policial para roubar residência - Foto: Getty Images
Ladrão fingiu ser policial para roubar residência - Foto: Getty Images
  • Ladrão fingiu ser policial para roubar uma casa em Brasília na última segunda-feira (4)

  • O criminoso e um comparsa levaram itens de uma mansão alugada pela Embaixada dos Estados Unidos

  • Eles conseguiram fugir com R$ 400 e um par de brincos de diamantes; a polícia procura pelos criminosos

Uma dupla de criminosos roubou uma casa alugada pela Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, na última segunda-feira (4), após um dos ladrões se passar por agente da polícia. As informações são do portal Metrópoles

Um dos suspeitos invadia a propriedade localizada no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, quando foi avistado por uma jovem de 21 anos. Ela estava na residência com o namorado, também de 21, filho de funcionários da embaixada.

Questionado sobre o motivo de estar dentro da casa, o criminoso identificou-se como agente da Polícia Civil do Distrito Federal e disse que estava investigando um crime ocorrido nas proximidades.

Momentos mais tarde, seu comparsa invadiu o local com uma barra de ferro, anunciou o assalto e levou o casal para um escritório, enquanto a dupla procurava dinheiro e objetos de valor pela mansão.

Sem encontrar nada que lhes agradasse, os ladrões transferiram as vítimas para uma suíte e exigiram que elas entregassem itens valiosos e apontassem a localização de um suposto cofre.

Ladrões escapam com dinheiro e joias

O jovem mostrou onde estavam guardadas as joias e entregou cerca de R$ 400 em dinheiro. Os ladrões fugiram com a quantia e um brinco de diamantes.

De acordo com a Polícia Civil, o caso é investigado pela 10ª DP (Lago Sul). Os criminosos conseguiram escapar e seguem foragidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos