Lady Gaga e Jennifer Lopez farão performances na posse de Biden

·2 minuto de leitura
Joe Biden e Lady Gaga em 2 de novembro de 2020 na Pensilvânia

As estrelas do pop Lady Gaga e Jennifer Lopez cantarão na cerimônia de posse de Joe Biden em 20 de janeiro em Washington, anunciou nesta quinta-feira (14) a equipe democrata, evento que será marcado pela covid-19 e pelo ataque ao Capitólio promovido por uma multidão incentivada pelo presidente Donald Trump.

Lady Gaga cantará o hino nacional dos EUA nas escadas do Capitólio, depois Jennifer López realizará uma "performance musical", anunciou o comitê organizador do evento. 

Ambas as artistas apoiaram Biden durante sua campanha.

Lady Gaga, a quem o presidente eleito chama de "grande amiga", já performou em seu último grande comício, e quando era vice-presidente de Barack Obama trabalharam juntos em uma campanha contra o assédio sexual. 

A cerimônia de posse do democrata será diferente de qualquer outra. Tanto os organizadores como a prefeita da capital pediram aos americanos que não saiam nas ruas e que acompanhem o evento virtualmente em casa, já que o país sofre o maior pico da pandemia. 

Haverá um "campo de bandeiras" em partes do "Mall", a imensa explanada situada frente ao Congresso onde se levantam museus e monumentos oficiais de Washington.

Essas bandeiras representarão "os cidadãos americanos" que não podem presenciar o ato ao vivo, especificou a equipe de Biden. 

A cerimônia de inauguração será realizada em um clima de extrema tensão, provocado pelo ataque ao Capitólio protagonizado por partidários de Trump em 6 de janeiro para protestar contra a certificação da vitória do democrata.

A segurança foi significativamente reforçada na cidade e o Pentágono autorizou o envio de até 20.000 efetivos da Guarda Nacional. 

Após a cerimônia, Biden irá imediatamente para o Cemitério Nacional de Arlington com três de seus antecessores: Barack Obama, Bill Clinton e George W. Bush, para depositar uma oferenda floral no túmulo do soldado desconhecido e fazer um apelo pela unidade. 

À noite, o ator Tom Hanks apresentará um programa especial que será transmitido pelos principais canais americanos e que contará com a presença de vários artistas, como Justin Timberlake. 

Aretha Franklin cantou na primeira cerimônia de inauguração de Obama, assim como Bruce Springsteen, U2, Shakira e Stevie Wonder. 

Quatro anos depois, em sua reeleição, Beyoncé cantou o hino nacional. 

Em 2017, Trump teve que se contentar com artistas menos renomados, já que o republicano não desperta muitas simpatias no mundo do entretenimento. 

O atual presidente afirmou que não comparecerá à cerimônia em 20 de janeiro.

la/seb/dga/ll/aa